MUSEU DE BRASÍLIA

O Museu Nacional do Automóvel, iniciativa da Fundação Memória dos Transportes, entidade privada sem fins lucrativos, reconhecida de Utilidade Pública Federal, foi implantado em Brasília para preservar estes veículos, documentos, história e conquistas da indústria automobilística no Brasil – o que significa salvar a memória da criação da Companhia Siderúrgica Nacional, da Petrobrás, da Fábrica Nacional de Motores, e da indústria de autopeças, marcos da industrialização no país. Supre uma lacuna.

 

OMuseu está numa das avenidas mais importantes do mundo, o Eixo Monumental, em Brasília, ao lado do Memorial JK. Sua área é de aproximados 1.800m2, sendo metade para a exposição de acervo próprio e de colecionadores; parte para eventos e exposições temáticas; e a maior biblioteca

especializada no país, com mais de 10.000 fontes de consulta sobre veículos e transporte.

Mantido com recursos privados, mas aberto à população, único dirigido à preservação da história do veículo nacional, o Museu Nacional do Automóvel cumpre sua parte no desafio brasiliense. Aqui é o único destes equipamentos culturais a resistir, impor-se, ter atuação institucional e conquistas legais que se espraiam por toda a atividade antigomobilísta no país.

MUSEU DE CURITIBA

A história do Museu do Automóvel iniciou em 1968, quando um grupo de entusiastas por automóveis antigos, fundou o Clube de Automóveis e Antiguidades Mecânicas do Paraná – CAAMP, com o intuito de congregar os apreciadores destas máquinas antigas incentivando a sua preservação.
Após oito anos de atividade, foi fundado em 1976 o Museu do Automóvel que propiciou expor ao público, o acervo dos sócios do CAAMP com mais 150 veículos, sendo estes constantemente alternados nas 70 vagas existentes no Museu que se dividem nas categorias: Vintage, Nacionais e de Corrida, sendo na atualidade, um dos mais expressivos museus do gênero em nosso país.

MUSEU DA ULBRA

O Museu da Tecnologia da ULBRA foi inaugurado em 20 de agosto de 2002 em Canoas, no Rio Grande do Sul.

Construído nas instalações da Ulbra, numa área de 9.346 m², o Museu da Tecnologia foi preparado para ser o maior do gênero na América Latina e um dos maiores do mundo em quantidade e diversidade de acervo.[1] Devido a dívidas da universidade com o governo, no entanto, foi forçado a fechar as portas, tendo seu acervo leiloado por decisão da justiça.[2][3][4] Hoje, o prédio abriga os estúdios da Ulbra TV (Canal 48 UHF) e da Rádio Mix FM de Porto Alegre (107.1 MHz).

Acervo de Automóveis

O Museu do Automóvel, como era conhecido, era a alma do Museu da Tecnologia. Era o maior do Brasil e um dos maiores do mundo, contando com um acervo de mais de 270 veículos (carros, utilitários e motos) que iam desde os mais antigos automóveis (Oldsmobile1904) até modelos mais recentes (como um protótipo do Chevrolet Astra1999).

Em exposição estavam raridades como Rolls-Royce, Mercedes-Benz, BMW, Cadillac, Jaguar e Maserati, juntamente com veículos que foram verdadeiros marcos da história da indústria automobilística mundial e nacional, como Chevrolet, Ford, Volkswagen, Fiat, Renault, entre outras igualmente importantes.

O museu contava ainda com uma área de seis mil metros quadrados para a reserva técnica de veículos e oficinas de restauro. O acervo de veículos a recuperar era de cerca de 350 unidades, das mais variadas marcas e modelos. A intenção do museu era estar intimamente ligada aos cursos da universidade, pretendendo formar profissionais das áreas voltadas a museologia